DIVA ALENCARINA

Educadora física, mãe, vegetariana e bodyboarder desde os 13 (treze) anos de idade, nossa mais nova biografada é uma das maiores atletas do estado, pois, além de ter conquistado dois títulos estaduais consecutivos, faz parte do seleto grupo de campeãs brasileiras.

Nascida no ano que aconteceu o primeiro evento de bodyboarding no Ceará, em 1984, Marília Alencar é dona de marcas impressionantes na terceira década de competições da história do esporte, mas também, na seguinte, quando foi vice-campeã do único circuito brasileiro exclusivamente feminino.

Seu primeiro grande resultado conquistou em 2004, onde aprendeu a surfar (Praia do Futuro), mais precisamente no dia 05 (cinco) de dezembro, quando foi vice-campeã num campeonato realizado para homenagear o carioca hexacampeão mundial (Guilherme Tâmega), perdendo somente para Isabela Sousa, que também começava a se destacar no esporte.

155603_383938411674963_2105160063_n x 266951_267088296747431_2002917300_o x 10371366_889905131061794_8891135168277240428_n x 14705855_1263325987053038_8394085997986887625_n x 15697630_1335181573200812_2449326340127355010_n x

Em 2005, terminou na quarta colocação da primeira etapa do estadual, acontecida dias 09 e 10 de julho, e no final de semana seguinte, foi vice-campeã da segunda etapa, perdendo somente para a até então campeã brasileira amadora 2002, Patrícia Setúbal. Após terceira colocação na quarta e última disputa do certame, ocorrida no Icaraí, conquistou seu primeiro título cearense na inaugural gestão da nova federação, presidida por Melk Lopes.

No ano seguinte, o mais importante da sua carreira, começou atropelando suas rivais e, logo em janeiro, venceu a primeira etapa do estadual, na Praia do Futuro, ganhando na final da até então campeã brasileira amadora, Isabela Sousa. Duas semanas depois, mais precisamente no dia 22 (vinte dois), e outra vez na Praia do Futuro, levantou também o troféu de campeã do segundo combate, superando na grande final a bicampeã estadual Patrícia Helena e, novamente, Isabela Sousa. Renata Úrsula, novata no circuito, ficou em quarto. No final daquele mês, acabou em terceiro na terceira etapa e, após três luas cheias, começou a trajetória do seu principal título no esporte obtendo o vice-campeonato amador na primeira disputa do circuito nacional, ocorrida de 14 a 16 de abril, em Maracaípe/PE, onde perdeu apenas para a local Raiana Aguiar. Foi a quinta colocada no segundo encontro do campeonato, e ganhou o terceiro combate, acontecido em setembro, na Barra do Jucú/ES, vencendo na última bateria duas baianas e uma pernambucana, assumindo assim a liderança do ranking. Com a terceira colocação no quarto encontro, decorrido no mês seguinte, na praia do Farol de São Thomé, em Campos/RJ, e a vitória na quinta e última etapa, ocorrida de 18 a 20 de novembro, na Praia do Pecado, em Macaé/RJ, válida também para os circuitos latino-americano e mundial, foi campeã brasileira, conseguindo façanha numa final disputadíssima, envolvendo a segunda colocada do ranking que também precisava da vitória para chegar ao título. Marília virou na última onda, dando um ars, deixando a baiana Juliana Dourado em segundo. Com isso, nosso estado foi bicampeão brasileiro consecutivo na categoria, já que Isabela Sousa conseguiu isso no ano anterior. Ainda naquela temporada, e embalada com o título nacional, foi vice-campeã dos Jogos Brasileiros de Praia, acontecido em Fortaleza, no começo de dezembro, resultado que lhe garantiu também o bicampeonato estadual consecutivo.

Resolveu se profissionalizar em 2007, mas devido faculdade, teve que se afastar para concentração na formatura. Quando voltou às competições, em 2010, conquistou o vice-campeonato na primeira etapa do estadual, no Icaraí, perdendo apenas para Patrícia Setúbal, que era a atual campeã cearense. Voltou a ser vice no encontro seguinte do certame, também foi a segunda colocada no municipal de Fortaleza, e conquistou o título do circuito da Liga Cearense de Bodyboarding, presidida pelo Orleans Acácio. Ainda naquela temporada, foi vice-campeã do Festival Feminino de Bodyboarding, acontecido em novembro, no Icaraí, voltando a perder somente para Patrícia Setúbal.

16406682_1374278905957745_6977952562071949727_n x lll x mar4 x mar5.1 X podium pro x

No ano subsequente, terminou na terceira colocação do ranking, mas também foi a campeã da expression session e terceira colocada na categoria profissional da 1ª etapa do Tour Nacional de Bodyboarding Feminino, realizado pela ABFBB (Associação Brasileira Feminina de Bodyboarding), acontecido dias 28 e 29 de abril, na Praia de Ponta Negra, em Natal/RN. Após os outros bons resultados, acabou como vice-campeã desse circuito nacional, e ainda com o vice-campeonato nordestino.

Em 2012, terminou na terceira colocação do ranking estadual, vencendo a segunda etapa no Icaraí, onde conseguiu a maior nota e maior média da disputa, mas teve que se afastar novamente das competições, desta feita, devido maternidade. A ótima notícia, para felicidade de todos nós amantes do bodyboarding cearense, é que ela prometeu, durante sessão de fotografias para este site, retornar com força total no próximo ano, e seus treinos não param! 

Fotografia de capa: Marley Araújo

Outras fotos: Justi Freitas, Érico Paz, Marília Alencar, Camila Albano, Amaya Takei e Click – F. 

Fontes:

garotasbodyboarders.com.br

Waves

Jornal O Povo

Jornal Diário do Nordeste

www.bbceara.com.br

Jornal Notícia Agora

Cearásurf.com.br

aerivsgirls.blogspot.com.br

likebodyboard.com

Cbrasb.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s