MEMORIOSO ENCONTRO

Após 24 (vinte e quatro) verões, e coincidentemente no mesmo ano que celebramos a histórica primeira Copa Cavalo Marinho, os dois iniciais presidentes da entidade pioneira do bodyboarding cearense se encontraram e proporcionaram outro momento digno de ser lembrado.

O encontro foi do Gabriel Mesquita (o da esquerda na fotografia de capa), primeiro presidente de fato da ABBC (Associação de Bodyboarding do Ceará), e Paulo de Tarso, primeiro presidente de direito da entidade, e isso se deu ontem à noite no Floresta Bar situado na Av. Santos Dumont, no bairro Aldeota, na capital cearense. Aquele esteve à frente do bodyboarding local no ano da criação da organização (1987) até o registro dela (1988), momento em que “Mano” assumiu essa liderança. Ontem, durante a resenha, relembraram que amizade começou há trinta e cinco anos, mas também, de inúmeros fatos que marcaram suas vidas quando conduziram o início da rica história alencarina do esporte que amamos.

Na gestão do Gabriel Mesquita, nossa entidade pioneira realizou seus dois primeiros eventos (1º e 2º Contest de Bodyboarding) e eles serviram para definição dos campeões estaduais de 1987. Ainda naquela temporada, colaborou intensamente para que nossos três principais atletas da época (Francisco Rosa, Rogério Biola e Bira Teixeira) participassem da inesquecível etapa nordestina do Fico Surf Festival, na histórica e baiana Stella Maris, onde todos deram um show de bodyboarding e nosso estado apareceu no cenário nacional. A principal competição realizada pela sua gestão foi a destacada primeira Copa Cavalo Marinho, na Taíba, considerada por todos um “divisor de águas” do bodyboarding cearense, porque foi o inaugural evento ocorrido nos verdes mares com nível nacional. E, por fim, encerrou seu importante trabalho proporcionando condições para que nossos melhores atletas participassem da primeira etapa de circuito brasileiro da história do esporte, na Praia de Pitangueiras, em Guarujá, São Paulo. “A empresa do Djan Madruga foi quem promoveu o circuito e lá também aconteceu a primeira reunião para a criação da primeira entidade nacional (Abrasb)”, disse ele.

A gestão de Paulo de Tarso, por sua vez, realizou todos os circuitos estaduais até o último da “década de ouro” do bodyboarding cearense (1999), portanto, onze certames, mas também, todas as outras quatro Copas Cavalo Marinho e a primeira etapa cearense do circuito brasileiro (Icaraí/1999). Esteve à frente da entidade quando Francisco Rosa subiu ao pódio no segundo evento internacional realizado no país, o 2° International Bliss Competition (Barra da Tijuca/RJ/1989), e quando o mesmo ganhou sua primeira etapa de circuito brasileiro (Guarujá/SP/1990), mas também, quando Melk Lopes venceu a primeira disputa de circuito mundial realizada no Brasil (Guarujá/SP/1995) e quando Roberto Bruno conquistou seu primeiro título nacional (1998).

 

Fotografia: Marley Araújo

 

Fonte complementar:

nasondasdoceara.com (História das Décadas de 80 e 90)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s