HISTÓRICA TAÍBA

Localizada na região metropolitana de Fortaleza com três conceituadas ondas (Taibinha, Pesqueira e Morro do Chapéu), duas escolinhas do esporte e com um currículo histórico invejável de grandes eventos já realizados, o “paraíso”, como é conhecido pelos apaixonados frequentadores, merece demais uma etapa do circuito brasileiro de bodyboarding.

Distante apenas setenta quilômetros da capital, a “aldeia” preferida entre os bodyboarders cearenses sempre teve uma ligação muito forte com nosso amado esporte desde a primeira década (oitenta) da história nacional dele, quando sediou duas inesquecíveis Copas Cavalo Marinho de Bodyboarding, eventos que foram verdadeiros divisores de águas. Os maiores atletas nacionais da época como Cláudio Marques (primeiro brasileiro entre os dez melhores no mundial do Havaí), Alexandre de Pontes (primeiro brasileiro finalista no mundial do Havaí), Paulo Esteves (primeiro campeão brasileiro), além das irmãs Nogueira (primeiras campeãs brasileiras e mundiais) fizeram parte dessas festas, dentre outros não menos importantes. Gabriel Mesquita, presidente da maior entidade estadual (ABBC – Associação de Bodyboarding do Ceará) quando aconteceu a primeira copa (1988), nos esclareceu que aquela competição foi uma revolução esportiva alencarina. “Pela primeira vez, o estado teve um evento grandioso e pôde mostrar seus atletas para o mundo.” Paulo de Tarso, o “Mano”, segundo dirigente da mencionada associação e atualmente presidente da ACEAB (Associação Cearense dos Árbitros de Bodyboarding), tratou a inédita copa como um marco na história estadual do esporte, mas também qualificou a segunda: “Ela ratificou o sucesso da primeira, tornando-as tradicionais no calendário nacional.”

FB_IMG_1454271395818 MANO0001 V COPA

Na segunda década do nosso apaixonante esporte, Taíba voltou a entrar para a história por ter sediado a última Copa Cavalo Marinho (1995), evento que aconteceu com traços ainda maiores porque também foi uma das etapas da Copa Brasil, circuito que apontava na época os melhores do país.

O último grande evento acontecido no paraíso foi há quase quatro anos, mais especificamente na laje do Morro do Chapéu, que reuniu no mês de dezembro de 2015 exatos 171 (cento e setenta e um) atletas, alguns de outros estados nordestinos, que buscaram os títulos em suas respectivas categorias da segunda etapa daquele certame.

Devido todos esses fantásticos eventos o paraíso revelou três grandes atletas nativos que foram Wilson “Sereia” (campeão cearense amador 1989), Batista “Cângulo” (campeão estreante da segunda Copa Cavalo Marinho/1989) e Gilvan Rocha (campeão cearense amador 2008), mas também, contribuiu para que hoje aquela localidade possuísse dois importantes projetos para inclusão social de suas crianças e adolescentes que são as escolinhas Maré Alta (dirigida pelo atleta master Cassote Santos) e da Casa do PAS (comandada pelo fotógrafo Érico Frota).

DSC_7784 DSC_8917 DSC_8894

Tendo em vista a importância do bodyboading cearense no cenário nacional e mundial, já que somos o terceiro estado mais importante do esporte no país e geramos grandes atletas como Francisco Rosa (primeiro nordestino finalista num evento internacional acontecido no país), Melk Lopes (campeão da primeira etapa brasileira do circuito mundial) Roberto Bruno (pentacampeão brasileiro), Luiz Gustavo (campeão da primeira etapa do brasileiro no Ceará) Isabela Sousa (tetracampeã mundial), dentre outros, ano passado, após dezesseis verões, e devido recomposição da maior entidade nacional do esporte (CBRASB – Confederação Brasileira de Bodyboarding), o Estado do Ceará voltou a sediar uma etapa do circuito brasileiro (3ª vez), reunindo no mar de Aquiraz (Beach Park) mais de cento e cinquenta atletas de várias federações, oriundos de quatro regiões da nação, inclusive, a maior atleta de todos os tempos (a capixaba pentacampeã mundial Neymara Carvalho), movimentando assim, a economia daquele município e fortalecendo ainda mais o esporte a nível local. Este ano objetivo da federação estadual é o mesmo, ou seja, trazer outra etapa do circuito nacional para os verdes mares, e este site, que escolheu Taíba para ter sua sede, deseja muito que isso aconteça no paraíso porque aquelas ondas merecem muito esse reconhecimento.

Fotografia: Marley Araújo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s