OS MELHORES DE 2019

Com altas ondas, excelente público, mais dois resgates e, unanimemente, considerado o melhor evento da história do campeonato que reúne os mais antigos atletas do bodyboarding cearense, aconteceu no último domingo a terceira e última etapa do terceiro Circuito Master Vip Francisco Rosa, que apontou os campeões do ano passado.

Competição ocorreu, portanto, dia 12 (doze) de janeiro na sinistra onda do Morro do Chapéu, na histórica Taíba, mais precisamente defronte a clássica barraca Água de Côco, premiou os vencedores com pranchas da marca Gênesis, além de troféus, teve transmissão em tempo real (via internet) e os árbitros utilizaram o sistema de notas da Surfbyte que ajudou a gerar euforia em todas as disputas. A escolinha Maré Alta foi a beneficiada da vez, recebeu várias pranchas dentre todas as doações e a competição teve o privilégio de contar com a presença de familiares do homenageado (Francisco Rosa), principalmente, sua mãe, que, coincidentemente, acabou sendo presenteada pelo Paulo de Tarso, com a contribuição financeira dada por todos os atletas, no dia do seu septuagésimo sexto aniversário. Além de tudo isso, naquele lindo dia de sol, circuito conseguiu resgatar mais dois grandes atletas do passado, David Correia e Fábio Arruda. O primeiro havia competido pela última vez na derradeira Copa Cavalo Marinho (1995) e o outro em 2001, um ano depois de ter conquistado seu único título estadual na categoria profissional.

Na categoria lendários, Gustavo Tavares (campeão nordestino de 1995) não só venceu o evento, como também foi campeão arrastão do circuito, pois ganhou todas as etapas realizadas.

Na “quarentões masculina”, Alberto Colares (octacampeão cearense) deu um show de competência, fez a maior média do evento (12,67), superou todos na final, inclusive, Melk Lopes (maior nota da competição = 8,67) e Juan Garcia (líder do ranking), e se consagrou tricampeão nas únicas três edições da história do circuito. Na feminina, situação foi parecida, pois Graziela Monteiro (campeã estadual 1987) também ganhou a etapa e se tornou tricampeã do circuito.

Na “novinhos”, o local Gilvan Rocha (campeão cearense amador 2008) venceu a etapa, mas Rômulo Emanuel também comemorou muito porque entrou para a história como o primeiro campeão do circuito naquela categoria. E, por fim, na última bateria da competição, Rafael Moraes, mais uma vez, venceu a “Lio” Expression Session de Drop-Knee.

Paulo de Tarso “Mano”, o criador do campeonato, disse ter ficado muito feliz por ter conseguido concluir a terceira edição do circuito, mais também, por ter podido participar e contribuir para a realização de um evento tão grandioso, destinado a geração de ouro do bodyboarding estadual, bem como, a família do saudoso Francisco Rosa. “O evento conseguiu alcançar seus três principais objetivos, ou seja, provocou o retorno de grandes atletas, ajudou a família do homenageado e contribuiu com a base do esporte doando materiais às escolinhas.” E disse mais: “Não podemos esquecer que fomos agraciados também com a espetacular movimentação do comércio específico da modalidade. Viva os pioneiros do bodyboarding cearense!”

Pedro Cabral, por sua vez, considerou ter vivido uma experiência gratificante na colaboração dada na organização do circuito e externou satisfação com o resultado do trabalho, mais também, por ter estado mais próximo dos seus amigos de décadas da comunidade bodyboarding, por ter ficado mais convicto dos valores da humanidade, da fraternidade, da cooperação, e por ter ajudado a colocar o esporte como instrumento de mudança na vida das pessoas. E finalizou: “2020 vai ser ainda melhor!”.

Realização do evento foi do grande Paulo de Tarso “Mano”; Foi homologado pela federação; Teve julgamento da ACEAB (Associação Cearense dos Árbitros de Bodyboarding); Cobertura deste site; E foi patrocinado pela Atual Vidros, do bodyboarder Juan Garcia; High Score e meubodyboard.com, do bodyboarder Tainan Monte; Kcal Sports, do bodyboarder Carlos Ezequiel; Ag Decor Toldos e Persianas, do bodyboarder Gustavo Tavares; Jorge Rebouças Loteamentos, do bodyboarder Jorge Rebouças; Pizzas Hookipa e Galeteria Maix, do bodyboarder Rafael Moraes; Milplast, do bodyboarder Ériko Vasconcelos; Mesquita e Dornelas Advogados Associados, do Gabriel Mesquita (primeiro presidente de fato da entidade pioneira do esporte no estado); Tailor Made Consulting e The Shot, do bodyboarder Pedro Cabral; Arena Pro Soccer, do atual presidente da federação Tom Santiago; Bodyboard Show, do megacampeão Roberto Bruno; Eco Metais, do bodyboarder Melk Lopes; além da Gênesis, Alpha, DCDN, Eco V e QRQ Engenharia. 

Resultados da etapa

Quarentões (principal)

1º Alberto Colares (campeão 2019)

2º Melk Lopes

3º Marcondes Ramos “Kokão”

4º Juan Garcia

Quarentonas

1º Graziela Monteiro (campeã 2019)

2º Rafaela Frota

3º Fran Santos

4º Ana Paula

Lendários

1º Gustavo Tavares (campeão 2019)

2º Dunda Bodyboarder

3º Jomar de Souza

4º Alexandre Barros

Quarentões (incentivo)

1º Carlos Wellington

2º Marlus Joca

3º Dalton Lima

4º Wendel Nobre

Novinhos

1º Gilvan Rocha

2º Rômulo Emanuel (campeão 2019)

3º Eduardo Serafim

4º Alberto Colares

“Lio” Expression Session de Drop-knee

Campeão: Rafael Moraes

Fotografias: Marley Araújo

2 comentários

  1. Circuito foi irado esse ano de 2020 comeco a competir heheheh mas prestigiei todos !! Vida longa ao bodyboard

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s